sexta-feira, 22 de outubro de 2010

VIDEOS: HINO ACREANO

video

Todas as Sextas-Feiras postaremos Áudios e Vídeos no Blog.

Hoje estamos postando 3 Vídeos do HINO ACREANO, o primeiro produzido pelo Governo do Estado. E interpretado pelo grande Cantor e Compositor Acreano: SÉRGIO SOUTO. Que com sua bela voz enriqueceu ainda mais o vídeo; O vídeos 2 e 3 foram retirados do site Youtube. E postado aqui, além de uma excelente produção e edição de vídeo. Apresentam uma belíssima interpretação, da qual o blog, infelizmente, não sabe informar a que voz pertence os videos 2 e 3. Mas, deduz que deva ser das cantoras acreanas: Yana Sarkis, Verônica Padrão ou Ivana Pacifico. Conto com sua ajuda internauta para identificarmos a quem pertence a voz do video 2 e 3. 

  • ***SÉRGIO SOUTO, acreano de Sena Madureira, radicado, desde os quinze anos, no Rio de Janeiro, trás na alma os temas amazônicos com os quais mesclou a linguagem complexa do espaço urbano na sua experiência musical. Atento aos sons dos Brasis presentes na sua realidade, construiu um trabalho cativante e moderno, com ampla aprovação de público e da crítica por seu estilo inovador e peculiar. Seu repertório musical transita com extrema naturalidade entre a tranqüilidade da mata e as incertezas e inquietudes do ritmo acelerado de um cotidiano urbano.

***Fonte: Blog Pitter Lucena



Hino do Acre foi composto pelo médico e poeta Dr. Francisco Mangabeira enquanto este prestava serviços médicos no acampamento do exército na localidade de Capatará, em 5 de outubro de 1903. A música foi criada pelo músico amazonense Mozart Donizeti.



video

Letra do Hino Acreano

I
Que este sol a brilhar soberano
Sobre as matas que o vêem com amor
Encha o peito de cada acreano
De nobreza, constância e valor...
Invencíveis e grandes na guerra,
Imitemos o exemplo sem par
Do amplo rio que briga com a terra
Vence-a e entra brigando com o mar
Estribrilho:
Fulge um astro na nossa bandeira
Que foi tinto no sangue de heróis
Adoremos na estrela altaneira
O mais belo e o melhor dos faróis
II
Triunfantes da luta voltando
Temos n'alma os encantos do céu
E na fronte serena, radiante,
Imortal e sagrado troféu
O Brasil a exultar acompanha
Nossos passos portanto é subir
Que da glória a divina montanha
Tem no cimo o arrebol do porvir
Estribilho:
Fulge um astro na nossa bandeira
Que foi tinto no sangue de heróis
Adoremos na estrela altaneira
O mais belo e o melhor dos faróis
III
Possuímos um bem conquistado
Nobremente com armas na mão
Se o afrontarem, de cada soldado
Surgirá de repente um leão
Liberdade é o querido tesouro
Que depois do lutar nos seduz
Tal o rio que rola o sol de ouro
Lança um manto sublime de luz
Estribilho:
Fulge um astro na nossa bandeira
Que foi tinto no sangue de heróis
Adoremos na estrela altaneira
O mais belo e o melhor dos faróis
IV
Vamos ter como prêmio de guerra
Um consolo que as penas desfaz
Vendo as flores do amor sobre a terra
E no céu o arco-íris da paz
As esposas e mães carinhosas
A esperarem nos lares fiéis
Atapetam a porta de rosas
E cantando entretecem lauréis
Estribilho:
Fulge um astro na nossa bandeira
Que foi tinto no sangue de heróis
Adoremos na estrela altaneira
O mais belo e o melhor dos faróis
V
Mas se audaz estrangeiro algum dia
Nossos brios de novo ofender
Lutaremos com a mesma energia
Sem recuar, sem cair, sem temer
E ergueremos, então, destas zonas
Um tal canto vibrante e viril
Que será como a voz do Amazonas
Ecoando por todo o Brasil
Estribilho:
Fulge um astro na nossa bandeira
Que foi tinto no sangue de heróis
Adoremos na estrela altaneira
O mais belo e o melhor dos faróis


Fonte: Wikipédia e Youtube.

Nenhum comentário:

Postar um comentário